terça-feira, 14 de abril de 2015

"Onde o pecado abundou, superabundou a Graça"

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:


O homem, com suas inclinações desordenadas, reconhecendo-se fraco, vivendo nesse mundo de pecado, mesmo com as suas imperfeições acredita na misericórdia de Deus, por meio de Jesus Cristo.

Todos os que querem se aproximar de Jesus, cedo ou tarde o encontram. Padre Léo nos conta um pouco de sua experiência com as drogas, em seu livro: Pertencemos a Deus (pg 55).
“Quando eu voltava da fábrica, de bicicleta, muitas vezes chorava e me perguntava: ‘por que Deus ainda não me libertou disso? ’ Nunca fui viciado a ponto de estragar minha vida. Mas esse é o pior viciado, o que tem o vício sob controle. Tanto que a maioria das pessoas, até alguns familiares não sabia que eu usava drogas. Mesmo controlado, eu sabia e aquilo me doía”.

O jovem Léo vivia um conflito, vivendo uma vida dúbia: ao mesmo tempo em que participava das missas, encontros, grupos de oração, não entendia aquela atração, a ponto de não poder deixar o vício, nem mesmo quando existiam bons motivos. Diante das muitas solicitações do mundo via-se obrigado a fazer aquilo que não queria, escolhas, renúncias.

O pecado fazia morada naquele coração, mas quando seu coração reconhece e assume o seu pecado, a Misericórdia de Deus vem ao seu encontro, chamando-o à sua vocação.
“O Senhor me chamou para ser padre, graças a Deus. Terminei o noviciado, fui para Brusque cursar filosofia em 1984 e dei aulas no colégio. A primeira missão que Deus me deu foi com dois jovens expulsos do Tiro de Guerra- do Exército- por causa das drogas”.

Deus permitiu que assim acontecesse, para que, onde foi grande o pecado, foi bem maior a graça, que leva à conversão. Assim como o pecado reinou pela morte, assim também reina a Graça, para nos dar a vida eterna, por meio de Jesus Cristo (cfe. Rm 5, 20-21).
“A misericórdia de Deus é tão infinita que até o que fazemos de errado, se colocarmos em Suas mãos, Ele transforma em bem... O Senhor pode usar nosso pecado para transformá-lo em graças”.
Do sepulcro onde a morte parecia vencer, ressurgiu a vida. Com esse feito extraordinário não podemos duvidar que Jesus possa transformar nossas derrotas em vitórias. É o amor de um Deus que é todo misericórdia!

Diante desse testemunho, somos convidados a fazer uma experiência com a misericórdia infinita de Deus em nossas vidas. Louvamos e agradecemos ao Senhor “porque Ele é bom; porque eterna é a Sua misericórdia!”.

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!