quinta-feira, 25 de junho de 2015

Liberto das amarras do passado

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:


"Saiu o sol sobre a terra, quando Ló entrou em Zoar.Então o Senhor fez chover enxofre e fogo, do Senhor desde os céus, sobre Sodoma e Gomorra; e destruiu aquelas cidades e toda aquela campina, e todos os moradores daquelas cidades, e o que nascia da terra.E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal."Gênesis 19:23-26

Olá meus queridos e amados irmãos em Cristo Jesus, que o amor de Deus cure os vossos corações. Todos nós carecemos de cura interior. Aprendemos com o Padre Léo que ela é um processo, não é algo mágico que acontece de uma hora para outra, pelo contrário, é lenta e gradativa.

Acontece que somos impacientes, agoniados, desesperados pela cura, pelas vitórias, pela realização de nossos sonhos, pela tão sonhada paz. Mas para experienciarmos a graça da cura interior precisaremos aceitá-la como um processo, precisaremos adentrar no tempo de Deus, no tempo dela.

A maior parte das nossas dores e sofrimentos vieram por fatos tristes, dolorosos, traumáticos de nossas vidas. Mas Jesus que é mestre em curar a nossa vida, através da nossa própria vida, nos dá a graça de que pela cura interior, nós podemos curar o nosso coração, a nossa vida, o nosso passado, através de uma nova vida, através de novas experiências à luz de Seu amor. 

Se foi por uma fato que nos machucamos, será através de outro fato, agora positivo, que vamos reeditar aquela lembrança, vamos curar aquela mágoa, aquela ferida. Só que para experienciar a cura interior precisamos treinar nossa visão para a cura.

Mas o que acontece em nossas vidas, é que Jesus está, todos os dias, nos dando novas experiências, uma nova vida, uma nova postura, uma nova forma de ser, uma nova forma de amar e nós não conseguimos enxergar, nem experienciar essa nova vida porque ficamos presos em nosso passado ferido e machucado. Ficamos sempre olhando para trás, para o que vivemos.

Nessa nossa ingenuidade não percebemos que o fato triste foi vivido há anos, a mágoa aconteceu há meses, mas nós estamos atualizando-a todos os dias, tornando-a nova, mas ela não existe mais. Para o nosso cérebro só existe o hoje, ele não sabe o que é ontem ou amanhã. Quando lembramos de algo, para o nosso cérebro, ele pensa que está tudo acontecendo agora, por isso é tão difícil curar algumas feridas, pois nós mesmos ficamos reavivando-a diariamente. Dessas forma não conseguimos gravar em nosso cérebro novos acontecimentos.

Precisamos parar de viver o nosso passado. Estamos vivendo um Kairós, ou seja, um tempo novo, um tempo de graça. Precisamos, verdadeiramente, adentrar nesse novo tempo, nessa nova vida. Precisamos começar esse processo de cura interior, de perdão de nossos pecados, de cura de nosso passado ferido e machucado.

Que hoje, nós possamos parar com a oração da lamúria, coma oração da reclamação, para começarmos a agradecer a Deus pelo dom da vida, pelos momentos bons que estamos vivendo, pela saúde, pelas pessoas boas que estamos conhecendo, pela graça de amar e poder sermos amados. Se alguém do passado nos feriu e nos machucou, Jesus hoje está colocando pessoas que querem nos amar, cuidar de nós, nos aceitar até mesmo com nossos defeitos, mas estamos tão petrificados em nosso passado que além de não enxergamos essas novas pessoas, ainda perdemos a oportunidade de amar e ser amados.


Precisamos virar a página. Chega de sofrimentos inúteis, vamos viver o novo de Deus. Vamos treinar nossa visão para enxergar a graça de Deus, o seu amor, a sua misericórdia. Vamos construir relacionamentos saudáveis, chega de ciúmes bestas, chega de sentimentos de posse, chega de aprisionar os outros, vamos amá-los na liberdade. 

Chega de ressentimentos, chega de juntar lixo no coração, chega de negatividade, chega de desamor, chega de falta de perdão. Vamos escolher o amor, a misericórdia, o perdão, o diálogo, a compreensão, o abraço acolhedor.

Vamos rezar, pois temos muito o que agradecer a Deus:



Abraços fraterno!!!
Jonathan Melo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!