quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Padre Léo, instrumento de conversão!

A idéia de morrer não faz parte do pensamento humano. Em nossa caminhada terrena, embora a morte seja a nossa única certeza, não queremos morrer. Quando alguém morre logo dizemos: “uma perda lamentável”. O problema não está em como morremos, e sim como vivemos.

Em 04 de Janeiro de 2007 a TV Canção Nova anunciava: “Padre Léo partiu por volta das 20h, desta quinta-feira, para a Glória de Deus, depois de uma intensa luta contra o câncer que o afligiu”.
O seu funeral acontecia em Cachoeira Paulista –SP. na sede da Canção Nova. Padre Léo estava sendo homenageado, no local onde fez grandes pregações, salvando muitas almas para Deus.

Aqui começa uma nova história na vida do jovem Dhiomaic Cappato. Segundo o seu testemunho, trocando o canal de sua televisão, se deparou com um cenário triste: uma multidão de pessoas em volta de um caixão. Ficou acompanhando até o seu sepultamento, com o coração consternado, e pelos depoimentos soube que se tratava do padre Léo, um sacerdote amado, que viveu apenas 45 anos.
“Mais tarde fui conhecer esse tal padre que todos amavam”. 

Jesus nos ensina que enquanto é tempo devemos acolher os ensinamentos que nos são transmitidos.
Tudo ia mudando na vida do jovem Dhiomaic. Padre Léo, através de suas pregações, foi cativando o seu coração, cada vez mais se apaixonando pela sua forma de transmitir o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.
“O padre Léo me ensinou a amar a Igreja Católica. Voltei a frequentar o grupo de oração, hoje sirvo a Igreja como Ministro, sou catequista, e sou Coordenador do Ministério Jovem. Tudo isso graças a Deus, pela vida deste santo padre, que hoje não está entre nós, mas através de suas pregações e de seus livros, vem trazendo muita gente para Igreja”. 

Observamos que este jovem não ficou prostrado pela vida como se tudo tivesse acabado ali, no sepultamento do padre. Agora temos a certeza de que naquele velório não demos um “adeus” e sim um “até breve”. A vida continua...
“Obrigado Senhor, por este anjo que passou por aqui, chamado Léo. Queria tê-lo conhecido antes, mas Deus sabe de todas as coisas!” 

A nossa fé nos garante que aqui estamos vivendo, por alguns anos, a vida que o Senhor nos concedeu, e que depois viveremos com Jesus por toda a eternidade.
Padre Léo continua vivo, porque viveu na esperança da felicidade eterna, como dom recebido do Pai, mostrou com a sua vida seu amor por Jesus. Esperar em Deus, viver em Deus é sentir a sua presença amorosa, mesmo que estejamos atravessando o vale de lágrimas. O amor que ele viveu aqui não deixou morrer, e por isso, continua no céu.

Te louvamos e bendizemos Senhor, pelo Teu servo padre Léo que chamastes à vida e ao sacerdócio, para ser instrumento do Teu amor, e de conversão para muitos! 


Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

Um comentário:

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!