domingo, 6 de setembro de 2015

Entrevista com o autor da biografia do padre Léo- Quarta parte

Blog: Como e quando nasceu a idéia de escrever a sua biografia? O que o inspirou? 

Sr Marlon: O que me motivou a escrever a biografia foi, na verdade, a entrevista dele no Programa do Jô. Eu descobri esta entrevista por acaso na internet em 2010. Eu admirava Pe. Léo, por sua erudição, por seu humor refinado e sua capacidade de evangelizar as pessoas como um pregador de multidões, mas não tinha a menor ideia de seu passado, de sua origem humilde e que ele tinha sido um dependente químico. Eu não tinha assistido às pregações nas quais ele já havia falado sobre seu passado e, portanto, aquela entrevista foi uma grande surpresa porque eu vi ali uma belíssima história de vida.

Blog: Gostaria que o final dessa história fosse diferente, ou seja, aquele que foi um dos maiores pregadores da Palavra de Deus, não tivesse nos deixado tão cedo? 

Sr Marlon: Sim, claro! Eu preferiria que Pe. Léo estivesse vivo, entre nós e que este livro não existisse! Se Pe. Léo estivesse vivo, ele certamente não permitiria que escrevessem sua biografia. Mas, o final do livro contém uma citação de Guimarães Rosa que nos consola a todos e que nos chama à responsabilidade ao contemplarmos uma vida como a do Pe. Léo.

Blog: O que gostaria de dizer para os leitores que esperam ansiosamente o lançamento da biografia? 

Sr Marlon: Eu costumo dizer que eu procurei escrever o livro que eu gostaria de ter lido. Ou seja, procurei decifrar a personalidade de Pe. Léo, buscando procurar saber como ele se tornou o realizador que foi na vida, como ele foi moldado e como se deu o seu processo de conversão pessoal. Tenho certeza que este livro é lançado em meio a uma grande expectativa porque Pe. Léo é extremamente querido. Então, as pessoas que conhecem o pregador de multidões já têm uma imagem construída dele que é bastante forte. Mas eu quero dizer a estas pessoas que elas terão nesta biografia um registro e uma referência importante da história, escrita de uma forma voltada a apresentar Pe. Léo e seu trabalho principalmente para as pessoas que não tiveram a oportunidade de conhecê-lo ainda.
Eu espero que esta biografia possa ser um belo presente para quem não conheceu Pe. Léo, que se interessa pelos problemas atuais relacionados à dependência química, mas que ainda tem um preconceito sobre as coisas que vem da igreja. Essas pessoas, certamente, vão se surpreender e vão depois ter uma grande curiosidade pelas suas pregações.

Gostaríamos de concluir que essa obra que muito em breve já estará em nossas mãos, terá um alcance muito além do que imaginamos, levando a esperança, a mensagem do amor.
Parabéns Sr Marlon Arraes por nos proporcionar essa riqueza: o registro em 680 páginas de um livro, sobre a vida de um sacerdote muito amado pelos católicos, inclusive pelos nossos irmãos evangélicos, figura extraordinária pelo seu testemunho cristão. E o seu legado maior, a Comunidade Bethânia: jovens excluídos pela sociedade, acometidos pela violência do uso de drogas, encontram um caminho, um novo estilo de vida. “A partir da pesquisa, fiquei cada vez mais identificado com a Comunidade e com o trabalho que é realizado lá. De fato, Bethânia é o “opus”, a grande obra e o grande carisma de Pe. Léo”.

Recebemos este grande presente: a biografia do padre Léo, quando celebramos os 20 anos de Bethânia, 20 anos acolhendo Jesus, 20 anos de vida plena.  

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!