quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Jesus, príncipe da paz!

“Vai para casa, para junto dos teus, e anuncia-lhes tudo, o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti”. 

A narrativa do homem possesso pelo encardido (Mc 5, 1-20) está no primeiro capítulo do livro: Curados para vencer a batalha, com o título: Testemunhar a paz. 
A reflexão do texto é riquíssima. Ninguém permanece o mesmo, quando se tem um encontro pessoal com Jesus. O Evangelho diz que esse homem vivia nu entre os túmulos. Jesus lhe devolveu a dignidade de ser humano, devolveu-lhe a paz.
Depois da libertação o enviou a evangelizar e testemunhar a misericórdia de Deus.

"Não podemos esquecer nunca que a paz não é um projeto. A paz não é um código de normas, nem slogan. A paz é uma pessoa, que é o único nome a salvar o ser humano. Aquele que ao nascer trouxe paz aos homens na terra. Aquele que é a nossa paz na cruz, que fez de vários povos um só povo. É o verdadeiro nome, anunciado como príncipe da paz. 

Se queremos semear a paz na família, precisamos olhar para a nossa. Primeiro precisamos ter uma grande meta: levar nossa família para o céu. Mas só conseguiremos isso se trouxermos o céu para dentro de nossa casa. Essa é a primeira condição para semear a paz. 
E a paz tem um nome: Jesus. 

Nossa missão é ir para casa e anunciar à nossa família, o que o Senhor em sua misericórdia fez. Jesus nos chamou para sermos evangelizadores, a sermos profetas que testemunhem e anunciem o que Ele fez por nós. É esse anúncio que precisamos levar para as pessoas, em primeiro lugar para a nossa família. Nenhum relacionamento humano pode sobreviver se não for sustentado pelo Senhor Jesus. Temos que fazer isso com muita força, temos que gastar nosso suor, nossas lágrimas e, se preciso for nosso sangue... Semear a paz dentro de nossa casa é à custa de muita fé e garra". 

A mensagem para o 49º Dia Mundial da Paz, neste 1º de janeiro de 2016 que tem como tema: “Vence a indiferença e conquista a paz”, o Papa Francisco exorta a cada um se empenhar a fim de melhorar a realidade em que vive, a partir da própria família.

Padre Léo conclui que tudo depende de nós, precisamos desejar essa paz, precisamos começar por nós a construir esse mundo diferente.
"Precisamos ter a experiência de uma fé que nos leve a dizer não a todas as violências, também às violências que estão dentro de nós. Nosso coração precisa ser um sementeiro dessa paz, que transforma, que restaura e cura. Essa paz que fortalece e que quer fazer tudo isso em nossa história". 

Quem busca a paz, encontra Jesus. Esse encontro significa levar a sua mensagem, anunciar suas maravilhas a toda criatura. Essa é a nossa missão: anunciar a Boa nova da paz.
Que possamos anunciar e testemunhar o verdadeiro “príncipe da paz”: Jesus Cristo! 

Um feliz Ano novo, um ano cheio de paz!
Equipe do blog padre Léo eterno  

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

Um comentário:

  1. Amem. Deus abençoe por essa mensagem de esperançae e fé !

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!