segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Padre Léo, memória viva em nosso meio!

Hoje, lembramos nove anos de falecimento do nosso querido Pe. Léo.
A pedra bruta foi lapidada, e foi atraido por Deus, pelo brilho de sua alma. Foi atraido por seu amor para obter a cura definitiva, selando a sua total consagração a Ele.
“Seu falecimento em 04 de janeiro de 2007, desbravou horizontes e possibilidades de anúncio de vida nova. Dizemos, entre nós, que Pe.Léo trabalha bem mais agora. Ele está vivo, muito vivo” (Pe. Vicente bth). 

Sim, “Pe. Léo em Bethânia é sinal eloquente de vida nova e graça de Deus em nossa história”. Os novos recantos, refúgio para filhos e filhas que estão à margem da sociedade, é uma realidade.
Quantas vitórias conquistadas, especialmente no ano de 2015. Destacamos dois acontecimentos marcantes para a Comunidade.

Um presente de Deus: a Biografia do Pe Léo. É possível vislumbrar o riquíssimo conteúdo do livro, quando Monsenhor Jonas Abib nos diz: “Marlon Arraes Jardim, neste livro, nos apresenta a vida do Pe. Léo, sempre querido. Nós que o conhecemos vamos conhecê-lo melhor e descobri-lo em facetas que ainda ignorávamos. Se você ainda não o conhecia, vai descobrir aqui um homem segundo o coração de Jesus, que gastou a sua vida em construir o homem e o mundo nos parâmetros do Evangelho de Cristo”. 

O livro reúne uma pesquisa de quase quatro anos. “É a fascinante trajetória de um ser humano que levou sua fé e esperança até as últimas consequências para ensinar a amar”. 
Em suas páginas estão testemunhos de pessoas que conviveram com o padre ao longo dos anos. E belas fotos enriquecem a sua trajetória.
Trata-se de um olhar amoroso sobre a vida daquele que abriu portas e a possibilidade de uma vida plena aos marginalizados.

Obedecendo a uma ordem cronológica, desde o seu nascimento até seu falecimento, percebemos que o autor não poupou esforços para buscar nas profundezas, a resposta do amor de Deus na vida do Pe. Léo. Esse amor que nos leva à missão.
Escrito de maneira comunicativa, simples, afetiva, ao mesmo tempo com muita nobreza, nas três vertentes: a sua conversão, o chamado ao sacerdócio como sinal do amor de Deus e a sua vivência comunitária.

Finalizando o livro (Parte VIII), Marlon Arraes coloca toda a sua emoção e sensibilidade, ao nos relatar os últimos sinais vitais de um homem que soube viver e soube morrer. O momento tranquilo, agradecendo, reconciliando, esperando e entrando serenamente no repouso de Deus. Seu coração ficou em paz, com a calma que sempre procurou, a serenidade que sempre desejou.
A leitura do livro nos provoca a redescobrir o sentido da vida, trilhando o caminho da fé e santidade.

Os planos de Deus para nós vão muito além. O homem ainda não consegue compreender os caminhos do Senhor.
A Comunidade Bethânia, por ocasião das comemorações dos vinte anos de fundação, recebeu os restos mortais do pai e fundador Pe. Léo, em São João Batista S/C (capela no Memorial).
Quem ama, vive eternamente, pois o amor é generoso, leva ao dom de si mesmo e ao sacrifício.

A vida do Pe. Léo nos ensina que todos os dons que o Senhor nos concede devem ser colocados à serviço. Nesta vida só os que lutam por um ideal encontram sentido para o existir.
O caminho é difícil, mas com Jesus vale a pena seguir. O que Deus nos reserva é a paz no coração, e a garantia absoluta de estarmos com Ele na felicidade eterna.

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

4 comentários:

  1. Ficaram suas homilias, suas palestas, seu exemplo de vida. Saudade demais!!

    ResponderExcluir
  2. Padre Léo, o senhor foi um guia para mim. Descobri por um acaso, um dia, sua pregação mudando o canal da televisão. Eu estava vivendo um período difícil, com um marido alcoólatras e sofrendo ameaças da família dele. Como foi bom ouvi-lo, mas logo em seguida soube da sua doença e acompanhei sua última pregação. Preciso da sua ajuda agora, padre Léo, pelo mesmo motivo, com a diferença que perdi tudo e estou no meio de uma profunda depressão, esperando pela conclusão de um processo que se arrasta já há 2 anos. Coloco em suas mãos minhas angústias e preocupações, pedindo que os juízes, por sua intercessão, votem a meu favor e eu tenha os bens que foram tiradas de mim. Abençoa meus inimigos, padre Léo, para que as maldades por eles praticadas nessa tragedia sirvam para conduzi-los ao perdão de Deus. Padre Léo, estou com medo. Fique comigo, por favor.

    ResponderExcluir
  3. Padre Léo, o senhor foi um guia para mim. Descobri por um acaso, um dia, sua pregação mudando o canal da televisão. Eu estava vivendo um período difícil, com um marido alcoólatra e sofrendo ameaças da família dele. Como foi bom ouvi-lo, mas logo em seguida soube da sua doença e acompanhei sua última pregação. Preciso da sua ajuda agora, padre Léo, pelo mesmo motivo, com a diferença que perdi tudo e estou no meio de uma profunda depressão, esperando pela conclusão de um processo que se arrasta já há 2 anos. Coloco em suas mãos minhas angústias e preocupações, pedindo que os juízes, por sua intercessão, votem a meu favor e eu tenha os bens que foram tiradas de mim. Abençoa meus inimigos, padre Léo, para que as maldades por eles praticadas nessa tragedia sirvam para conduzi-los ao perdão de Deus. Estou com muito medo, padre Léo, medo da família que me tirou tudo, medo de perder a causa na justiça, medo porque meu dinheiro acabou e hj sou sustentada por uma filha. Não me abandone, padre Léo, por favor.

    ResponderExcluir
  4. Padre Léu jamais-me esquecerei de você santo em vida santo no Céu pois tenho plena certeza de sua Santidade...pois restaurou Famílias inteira,muitos e jovens,e adolescentes da época e continua pois até pouco tempo atrás tinha gente que ainda não sabia do seu falecimento...sabe desde o primeira vez que ouvi a primeira pregação dele eu já gostei...palavras concretas, certas nas horas incertas mas ditas com caridade que tocou e até hoje toca meu coração vou dizer uma coisa Eu Amei como um Pai espiritual....eu ***AMEI...AMO...E...AMAREI ETERNAMENTE*** este SACERDOTE que soube usar muito bem a trilha que Deus planejou para ele...Três Virtudes que ele tinha..***FÉ..Esperança e Caridade***

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!