sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

O monge que ressuscitava crianças - Historinhas que padre Léo contava


"Falaram para uma senhora, no Japão, que tinha um monge... Dizem que isso é verdade, eu não sei se é verdade ou se é mentira, como dizem os italianos *"Si non é vero ... é bene trovato"... Então pode não ser verdade. 

Então disseram para uma senhora que tinha um monge no Tibet que tinha o dom de ressuscitar... perdão, no Japão, um monge do Tibet! Senão vai pensar que é no Tibet, vai ficar um pouquinho longe para ir até lá... Também não é tão longe assim, não, meu filho, depois que você chega no Japão todo lugar no mundo é perto demais... Até chegar lá, né? Padre Fernando vai pra lá pro Japão.



Então contaram pra uma mulher lá no Japão que um monge lá do Tibet tinha o poder de ressuscitar principalmente criança, quando morria uma criança, uma criança morria injustamente... Criança nunca morre por conta propria, não é? Então que esse monge ressuscitava... E morreu o filhinho dessa senhora, ela foi procurar esse monge.

E aí perguntou para ele:

- É verdade que o senhor tem o poder de ressuscitar uma criança morta?

- Não é que eu tenha o poder, existe esse poder e Deus me usa pra executá-lo.

- Ah, então o senhor tem esse poder!

- Não! Não é que eu tenha o poder, existe o poder, também outros já ressuscitaram, Jesus Cristo ressuscitou mortos. Eu posso reavivar essa criança.

- Sim, o que eu preciso fazer?

- O que a senhora precisa fazer é muito simples: a senhora precisa me conseguir uma semente de mostarda, mas que tenha nascido no canteiro numa casa onde nunca a família tenha perdido um ente querido.

- Só isso?

- Pode deixar a criança aqui, a senhora vai procurar essa semente. 

E ela foi de casa em casa:

- Tem semente de mostarda?

- Tem, tem! Agora é época da mostardeira tá dando semente. Pode ir lá pegar. 

Ai ela ia lá pegar a semente, toda feliz... 

- Ah, mas eu tenho uma perguntinha antes pra fazer... Aqui já morreu alguém na família?

- Já! Meu pai morreu.

- Ah, obrigada!

E ia no vizinho...

- E aqui?

- Minha mãe morreu...

- Ah, aqui minha avó, e meu cachorrinho também morreu.

E quando ela terminou de dar a volta no quarteirão, ela compreendeu... 



Gente, que coisa mais besta é essa que a morte faz: pensar que a gente é exclusivo! Só eu sofri isso! Nunca ninguém no mundo passou a dor que eu estou passando! Deixe de ser besta! Respeite a dor do outro. Deixe de ser esse fariseu.

"Ah, porque eu me revolto contra Deus! Por que Deus foi levar o meu pai?"

Oh, sua besta! Levou o que era Dele! Você teve seu pai durante 20, 30, 40, 50 anos, "de grátis"! De bom que Deus é! A vida nao pertence a você. Minha vida não me pertence, como nao pertence a minha mãe e ao meu pai. Pertence a Deus. Eu estou aqui de passagem. Nós estamos aqui viajando. Nós não temos morada definitiva aqui, não! Nós caminhamos para a Jerusalém Celeste. O Céu é a nossa Pátria


Trecho da pregação
 Confortai-vos no Senhor


*Si non é vero ... é bene trovato (se não é verdade ... é bem bolado)
Provérbio italiano que se cita quando se ouve contar uma história.


No Coração de Jesus, procurando ser servos, 
Equipe Blog Padre Léo Eterno

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!