quinta-feira, 12 de maio de 2016

A cura do coração

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

– Sim – interrompi educadamente –, toda vez que recebo a Eucaristia eu digo, Senhor, cura esse HIV que está no meu corpo!” Lembro que o senhor se mexeu estrategicamente na poltrona, antes de continuar: “– Pois não reze mais assim”. Não reze mais assim? Ele disse?... “– Sim filho, não reze mais assim”. O senhor confirmou, como se estivesse escutado as dúvidas do meu coração, para depois continuar ternamente. “– Olha, filho, na minha vida eu já presenciei muitas curas e de diferentes formas... Mas a maior delas foi a cura do coração”. Confesso, pai querido, que até aquele momento eu não tinha entendido nada, sabe? Mas o senhor veio em meu socorro e explicou:
“– Peça, filho, a partir de agora, toda vez que você comungar, a cura do seu coração... sabe? Muito mais de que no sangue, o HIV está aí na sua cabeça, e ele vai ocupar espaço cada vez maior na sua vida se você deixar”. Livro O essencial é invisível aos olhos - conversando sobre o HIV - José Gentil, bth

Olá meus queridos e amados irmãos em Cristo Jesus, que o amor de Jesus cure os vossos corações. Padre Léo como sempre cirúrgico, preciso, impecável. Nosso querido e amado professor de cura interior vem, mais uma vez, nos ensinar essa grande verdade: buscar a cura do nosso coração!

A nossa vida está cada dia mais um caos. A sociedade está trocando farpas, indiretas, acusações, ódio. Mas tudo isso nada mais é do que reflexo de nosso coração que, cada dia mais, continua se ferindo e se machucando. Ao invés de olharmos para o nosso coração, continuamos a olhar a vida dos outros, o problema dos outros, o erro de fulano, de beltrano. Vivemos as vidas dos outros, enquanto o nosso coração clama por nossa atenção, por nosso amor, por nosso cuidado. 

Todos os dias, cometemos equívocos em nossas orações como o José Gentil cometeu ai. Pedimos as curas que achamos que melhorará a nossa vida. Pedimos emprego, pedimos uma cura física, pedimos um amor, pedimos a libertação de um vício, quando na verdade deveríamos focar naquilo de que nós mais precisamos: a cura do nosso coração!


Precisamos olhar para a raiz de onde tudo se começa. Nossa vida não caminha para frente é porque estamos olhando para a direção errada, precisamos olhar para o nosso coração, precisamos curar os olhos do nosso coração, mas como vamos curar se nós não estamos conversando com Jesus pela oração?

Não conseguimos rezar nem cinco minutos. Mal lemos a sua Palavra. Pedimos que Ele realize todos os nossos sonhos e desejos e muito mal o agradecemos. É por esses e por outros motivos que padecemos tanto em nossas vidas. Como viver uma vida plena aqui na terra, se não buscamos uma intimidade com Jesus? Se não buscamos ser amigos de Jesus?

A fé é um dom que Deus nos deu, mas ela se desenvolve através da oração. Não da oração intimista, egoísta que fazemos diariamente, mas sim pela oração que nos leva ao mais profundo do Coração de Jesus, a oração que nos tira de nosso mundinho e nos faz entrar na vontade de Deus. Precisamos parar de brigar com os inimigos errados. Precisamos parar de olhar para as direções erradas. Precisamos silenciar e entrar no Coração de Jesus. E olha o que o Padre Léo diz para o José Gentil um pouco mais a frente:

"Peça a cura do seu coração, meu filho, e nada mais vai lhe faltar, sabe por quê?... Porque
se você tiver um coração curado... porque se você tiver um coração sarado... porque se você se voltar para Deus com todas as suas forças... porque se você deixar de se preocupar com o seu próprio umbigo e passar a enxergar o outro à sua frente... porque se você sair do seu mundinho de reclamação, lamúria, autocondenação... e olhar para frente... ah! meu filho... o que será desse HIVzinho que você tem aí?”... Livro O essencial é invisível aos olhos - conversando sobre o HIV - José Gentil, bth

É isso o que o Padre Léo está dizendo para cada um de nós hoje: O que será dessa solidãozinha? O que será desse desempregozinho? O que será desse ressentimentozinho? O que será dessa doençazinha?

Que hoje nós possamos pedir essa graça a Deus de sair do nosso egoísmo, que possamos abrir o nosso coração e pedir: Vem Espírito Santo, vem curar o meu coração...


Abraços fraternos.
Jonathan Melo

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!