domingo, 12 de junho de 2016

Uma grande história!

João Leão Dehon, mais conhecido por padre Dehon, nasceu em 14 de março de 1843, França. Toda a sua obra tem como inspiração o seu grande amor pelo Coração de Jesus. Foi com este espírito que, no dia 28 de junho de 1878, na festa do Sagrado Coração de Jesus, ao mesmo tempo fez seus votos religiosos e fundou a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. 

Padre Léo começou a sua caminhada vocacional apaixonado pelo carisma, a espiritualidade centrada no Coração de Jesus e admirador do fundador da Congregação. Sobre padre Dehon, padre Léo nos diz: “um homem que viveu intensamente a espiritualidade da oblação, do amor e da reparação, da doação total de si, traduzida na contemplação do Coração de Jesus”. 

O jovem Léo Tarcísio terminou o noviciado e foi para Brusque-SC estudar filosofia em 1984, dava aulas no colégio São Luiz. “O Colégio São Luiz é mantido pela Associação Dehoniana Brasil Meridional, vinculado a Congregação dos Padres do sagrado Coração de Jesus, tendo São Luiz Gonzaga, o protetor da juventude, como seu patrono. A história dessa tradicional instituição de ensino começa em 9 de julho de 1903”. 

O Senhor providencia os meios extraordinários para seguirmos seus caminhos. Mais tarde, já como padre, agora como diretor do Colégio São Luiz, o seu espírito missionário fez dele um homem livre, autêntico e comprometido com a vida. Iluminado pela Palavra de Deus idealizou a construção da Capela do Espírito Santo e inaugurada em 05 de junho de 1992. “A celebração contou com a participação de dez sacerdotes e foi presidida por padre Sérgio Hemkemeier. Muitos fráteres também estavam presentes. Pe. Léo fez o sermão da missa, no qual falou muito sobre a importância de acreditar no poder do Espírito Santo...”(Livro: Padre Léo-Biografia). 

As missas presididas pelo padre Léo, com a animação da Banda Vida, foram momentos fortes, de muitas conversões de jovens que viviam mergulhados nas drogas. Ali os jovens encontravam Deus de forma viva, redescobrindo o sentido de suas vidas. O contato direto com esses meninos e meninas, provocou no coração daquele padre uma profunda compaixão.
O desejo de fundar uma Comunidade, onde pudesse acolher esses jovens estava cada vez mais próximo de se realizar. O atendimento, o auxílio, a orientação, já não bastavam. Não bastava sonhar, ele tinha que fazer algo concreto.

Em 1995, padre Léo funda a Comunidade Bethânia. Não se trata de qualquer tipo de amor, mas do amor gratuito, é o amor com que Deus ama os homens. É o amor doação e do sacrifício. A vivência desse amor é a prova de que Deus nos ama. Nestes 24 anos de existência da Capela Divino Espírito Santo levou muitos jovens a fazer uma experiência desse amor. E segue buscando a restauração de muitas vidas. 





Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

Um comentário:

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!