domingo, 24 de julho de 2016

A cura do coração de Pedro

Quando terminou o jantar, Jesus tinha uma conversa muito séria com Pedro. Pedro o havia negado três vezes e Ele precisava curar o coração de Pedro. Então ele olha Pedro... E como é que Ele chama Pedro? Chamou Simão pelo nome antigo. Chamou Pedro pelo nome de Simão. Simão significa frágil, fraco, mole, que balança fácil. E Jesus trocou o nome dele a partir do substantivo kefas (pedra), para Pedro. Mas Pedro tinha voltado a ser... Então Jesus vai lá no Simão. Vai lá no problema dele. Vai fazer Pedro mostrar com as duas mãos sua casca. E pergunta pra ele:

- Simão, tu me amas?



E o que Pedro responde? Ah, gente! Pedro não respondeu assim tão fácil. Pedro olhou praquela barca, olhou praquele mar, olhou praquele lago... Lembrou-se daquele dia em que ele largou tudo pra seguir Jesus. Mas lembrou-se também de um detalhe: Jesus tinha feito ali uma pequena fogueira. E quando ele olhou praquela fogueira, o que ele lembrou? De São João 18: que foi em torno de uma fogueira que ele tinha negado Jesus. Que delicadeza de Jesus! Que delicadeza Jesus fez essa fogueira. Jesus pensou! Jesus foi atrás deles! Do mesmo jeito que Jesus andou um dia inteiro atrás dos discípulos de Emaús. Jesus foi lá no habitat natural deles, montou aquela fogueirinha, e o Pedro quando olhou para aquela fogueira, ele falou assim:

- Senhor, Tu sabes que eu te..

Ele não falou assim! Se um dia você tiver a graça de ter nas mãos o Novo Testamento em grego, leia essa passagem em grego. Talvez você não saiba ler grego, mas essas duas palavras você vai perceber e a CNBB traduziu um pouco melhor. O grego tem três termos pra falar amor. Jesus fez a pergunta usando o termo ágape. Ágape é o amor mais pleno. É o amor maior. Pedro respondeu usando o termo philos que é um nível inferior a esse amor. Se a gente fosse traduzir pro português, seria quase assim a diferença de amar e gostar. Então é como se Jesus perguntasse:

- Simão, tu me amas? 

E como é que ele responde? 

- Sim, Senhor, Tu sabes que eu te gosto!

Uma segunda vez Jesus perguntou. E como é que Jesus perguntou?

- Simão, filho de Jonas, tu me amas?

E Pedro disse:

- Senhor, Tu sabes que eu te gosto!

Jesus gostou de Pedro! Jesus gostava demais de Pedro! Terceira pergunta. Ah, gente! Essa terceira vez que Jesus pergunta e que deixou o Pedro triste... Ela é espetacular! Jesus tinha que perguntar três vezes. Quanto tempo você tem que passar pomada numa ferida? Até sarar! 

Meus irmãos, minhas irmãs, Pedro tinha cometido o pecado mais terrível da face da terra. Pedro tinha negado três vezes o Senhor. Três vezes significa que ele negou o Pai, o Filho e o Espírito Santo. As três vezes que lá, quando Jesus foi lavar os pés, três vezes o Pedro reagiu. 

(Semblante do Monsenhor Jonas Abib em diversos momentos da pregação)

- Me lavas os pés? Os meus o Senhor não lava. Então lava inteiro!

Pedro cometeu um pecado medonho. Se juntar os pecados de todos nós não dá o de Pedro, porque Pedro era papa. E Jesus tinha dito:

- O que ligares na terra será ligado no Céu. O que desligares na terra será desligado no Céu. 

Quando Pedro negou o Senhor três vezes, portanto, negou o Pai, negou o Filho e negou o Espírito Santo, Pedro mandou a Santíssima Trindade para o inferno. E Eles foram para salvar aqueles que estavam lá. O pecado de Pedro é terrível! Por isso, mesmo que já tenha sido perdoado e absolvido, o resquício que ficou precisava ser curado. Por isso Jesus gostou da resposta de Pedro. Pedro não deu uma resposta mentirosa: 'Oh, Senhor! Eu te amo! Eu te adoro!'.

Como nós tantas vezes falamos: 'Senhor! Senhor, eu te amo! Eu sou louco de amor por Ti! Aleluia! Glória a Ti, Senhor!'. E depois nós descemos a lenha nos outros! 'Louvo! Louvo, Senhor!'. E depois vou viver a minha vida cheia de pecado. Falo que sou cristão, mas com a cara de Deus me livre, cada dia mais emburrado, enfezado, atazanando a vida dos outros. Parece que nasceu pra atazanar a vida dos outros! Em vez de viver aquela palavra que Paulo fala em Romanos 12,15: 'Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram!'. A gente chora com os que se alegram e se alegra com os que choram! Tem católico que é assim: só se alegra com o choro do outro. 'É, meu filho, Deus tarda mas não falta. Aqui se faz, aqui se paga! Quem ri por último, ri melhor!'. E chora com a alegria do outro: 

- Ah! Tou tão triste!

- Por quê?

- Um colega meu foi promovido e eu não... 

A inveja faz a gente fazer o contrário... E alguns de nós faz exatamente o contrário com esse versículo 15, do capítulo 12 de Romanos. 

Mas Simão Pedro não. Ele foi honesto. Ele não disse: 'Eu te amo! Eu te adoro! Eu te venero!' Ele disse: 

- Eu te gosto!

Terceira vez. Ah, essa terceira vez é espetacular! Porque nessa terceira vez há uma mudança na pergunta. E essa mudança é feita por parte de Jesus. A terceira vez, Jesus pergunta usando philos. Jesus olha pra Pedro e diz:

- Simão, filho de Jonas, tu gostas mesmo de mim?

E Pedro muda a resposta. E o que ele muda na resposta? 

- Senhor, sabes tudo! 

Esse tudo não apareceu das outras vezes. 

- Sabes que eu Te gosto!

Então pela terceira vez, Jesus disse:

- Apascenta os meus cordeiros!

Meus irmãos, essa é a experiência que nós precisamos fazer. A experiência da nossa verdade, por mais dolorida que seja. Nós precisamos ter essa coragem de pegar nossa mão, as duas mãos, feito a Eucaristia e colocar aqui a nossa casca. Que adianta a gente ficar achando culpados pra justificar que a gente errou? Que foi isso, que foi aquilo... Que se você tivesse no meu lugar, você iria fazer a mesma coisa. Não adianta! Pare de ser infeliz! Ou como diz o mineiro, num grau mais elevado, não seja um 'disinfiliz'... Pare de ser infeliz! Pare de atazanar a vida dos outros! Não interessa a idade que você tenha: Pedro era papa e Jesus não tirou dele essa sua missão. Mas foi preciso, e Jesus teve a coragem de ir lá na beira da praia montar essa fogueira... Foi preciso montar essa fogueira pra curar o coração ferido desse homem para que esse homem pudesse se tornar aquilo que ele era.

 E que coisa linda e maravilhosa: por que Jesus não fez uma entrevista dessa com cada um dos discípulos que estavam junto? Porque Pedro com o coração curado, a Igreja está curada. Nós sabemos que hoje nós somos essa Igreja forte em Deus porque temos o Pedro que temos. A têmpera, a forja que é João Paulo II! Esse homem do coração curado. Esse homem do coração restaurado. Esse homem que já se encontrou inúmeras vezes  com esse Senhor e cada vez que se encontra com Ele nos leva a cada um de nós juntos até Ele!

É pra mim e pra você hoje esse convite do Senhor! Esse é o grande segredo que o Senhor quer nos dar hoje pra curar o nosso coração! Hoje, ao receber Jesus na fogueirinha da sua mão, não tenha medo de descer o nível, feito Jesus fez. Eu fico impressionado com Jesus! Jesus se abaixa. Jesus desce o nível. Jesus abaixou a pergunta. Jesus levou a pergunta pro nível de Pedro. Que a sinceridade de Pedro entendia! É isso que Ele quer falar pra você, pra mim: tira a máscara! Hoje, Jesus está dizendo: 'Léo, deixa de ser besta! Tire essa máscara, homem de Deus!"

Padre Léo

Trecho da pregação "A cura do coração de Pedro". 

Para adquirir essa pregação, clique aqui.

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!