sexta-feira, 1 de julho de 2016

A história de Santa Águeda contada por Padre Léo

"Os mártires ganharam o quê? Todos os mártires foram oferecidos para eles o quê? Vocês podem ser livres! Santa Águeda, que nós celebramos essa semana... Uma menina! Devia ser a santa que as mulheres de hoje deveriam invocar. 




Águeda era uma mulher belíssima!  Os biógrafos dizem que ela tinha um corpo estupendamente maravilhoso. E o que mais se destacava no seu corpo, os seus seios. Tanto que um ricaço lá, filho de um imperador, sei lá quem, um manda-chuva, ficou tão apaixonado por ela, tão doido por ela, pelo formato dos seus seios... Porque nós sabemos que as mulheres antigamente não usavam essas roupas que grudam no seio. Então, imaginem que devia se destacar quem tinha seio muito bonito, porque ressaltava no vestido que usava por debaixo do pano. 




Uma menina de 14, 15 anos... Ele ficou doido nela! Ele queria ficar com ela. Mas ela era cristã. Ela não podia renunciar a sua fé. E ela queria permanecer firme na sua fé. E aí ele, de pirraça, mandou amputar os seios dela. Santa Águeda deveria ser a verdadeira patrona da campanha contra o câncer de mama. E deveria ser a patrona contra a cabeça fraca de algumas coitadas que acham que pra se tornar melhor precisam encher as mamas de silicone. Nào adianta nada pôr silicone no seio se o coração está vazio. Imaginem uma menina de 14,15 anos, a formosura do seu corpo! 

Essas moças que ele põem na televisão, moças lindíssimas... Mas é pra isso? Eu queria ter essa liberdade de Águeda de dizer: Pode cortar! Pode cortar meu seio, pode cortar meu pênis, pode cortar minha cabeça, pode cortar minha perna, pode me cortar inteiro, mas eu quero ir pro Céu!"

Padre Léo

Trecho da pregação: "Nem tudo me convém".

Para adquirir essa pregação, clique aqui


Para ler mais sobre a história de Santa Águeda, clique aqui.

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!