domingo, 7 de agosto de 2016

O que é cativar? Pe. Léo cita "O Pequeno Príncipe" em pregação

"Cada vez que você fizer morrer o machismo dentro de você, morrer o feminismo... Porque quando o encardido percebeu que a mulherada não ia aguentar mais viver no machismo, ele começou a criar o feminismo. E feminismo é fazer a mulher imitar o homem naquilo que o homem tem de pior. Direitos iguais. Não! São diferentes. Não sei se você já notou, são diferentes. Homem e mulher são diferentes. Tem uns que são mais ajeitados, outros são menos ajeitados... Tem uns que apreciam mais um lado, tem uns que apreciam mais o outro. 



O que embeleza o jardim é o fato dele ser múltiplo! Mas Exupéry ensinou uma coisa linda no Pequeno Príncipe: cada flor é única! Ele tinha uma rosa e ele cuidava daquela rosa. E todo dia ele ia lá e colocava uma redoma de vidro na rosa. E quando ele começou a viajar pelo mundo, ele chegou num lugar que ele descobriu um jardim que tinha cinco mil rosas. E a primeira impressão que veio no coração dele foi: 'Coitada da minha rosa. Se ela descobrir que não é única. Ela vai ficar tão envergonhada! Olha! Tudo igual!' E foi preciso a esperteza da raposa ensinar pra ele: 'Não. Cada rosa é única! Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa ser tão importante. Olha que coisa maravilhosa! A sua é única!' Aí ele disse: 'Você podia vir brincar comigo.' Ela disse: 'Não posso! Você não é pra mim mais do que um menino, semelhante a outros cem milhões de outros meninos. E eu não sou pra você nada mais do que uma raposa, semlhante a cem milhões de outras raposas. Mas, se tu me cativas, serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo. Então, se tu me cativas, minha vida será ensolarada!' 

Que coisa maravilhosa! Vai ter dia feio? Vai ter dia brusco? Vai. Mas você me cativou! E o que é cativar? Cativar é um movimento em que o meu coração sai do meu peito, se abre e recolhe você inteirinho, com suas qualidades e seus defeitos. Com sua história, com seu passado, com seu futuro e prende você dentro do meu coração. E, ao mesmo tempo, o seu coração sai do seu peito, abre-se, pega-me inteirinho e fecha-me dentro do seu coração. E eu nunca serei tão livre quanto quando eu estiver preso no seu coração! E nunca você vai ser tão livre quando e o quanto você estiver presa no meu coração! Isso é cativar. É guardar dentro. É o que a flor faz. É descobrir os meus valores e os valores do outro. É entrar no mundo do outro. É sair do seu mundinho fechado, das aparências. 



Aparentemente, aquelas flores todas eram iguais. Então ele disse pra raposa: 'Agora eu estou entendendo. Eu tenho uma flor e eu acho que ela me cativou. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!' E agora começa a criar referenciais de amor. Criar laços!

Padre Léo

Trecho da pregação "Conhecer para melhor amar".

Para adquirir essa pregação, clique aqui

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!