Render-se à vontade do Senhor!

O que significa: “Render-se à vontade de Deus ”? Significa submeter-se, aceitar os planos de Deus, sacrificar a própria vida, sofrer, a fim de mudar, transformar.
Jesus, vai ao extremo do amor ao ponto de morrer pelos pecados da humanidade, mas volta à vida para que possamos retornar salvos à casa do Pai.
Naquela noite, Jesus, no Horto das Oliveiras, antes de sua morte, orou ao Pai intensamente, porque ainda que a vontade esteja pronta, a pobre natureza humana é fraca. E auxiliado pela Graça divina, rendeu-se à vontade de Deus.

“No Evangelho de São Marcos, vemos que Jesus se refere ao Pai como “Aba”, uma expressão muito forte de amor e carinho, um pedido com a certeza de que vai ser atendido. Ele diz a Deus: 'Aba, tudo é possível para ti. Afasta de mim este cálice, mas seja feita a sua vontade'. 

Já Mateus, no Evangelho nos mostra que Jesus se refere ao Pai da seguinte maneira: 'Se é possível, afasta de mim este cálice, mas não seja feito como eu quero, mas como tu queres'. 
Já São Lucas expressa uma total obediência: 'Se queres, afasta de mim este cálice'. 
Jesus era Deus, mas assumiu a nossa humanidade, por isso Ele estava angustiado, com medo, mas obedeceu ao Pai numa verdadeira submissão... Jesus sabia que o Pai queria o seu sacrifício e, se colocou num total abandono nas mãos do Pai. Era uma rendição total". 

Homilia do Padre (Monsenhor) Jonas Abib, em 10/01/2007, sétimo dia do falecimento do padre Léo. O tema dessa pregação é: “Cantando a vida eternamente”. 

“Muitas pessoas podem nos perguntar: ‘Nós não pedimos insistentemente e por tanto tempo o milagre da cura do padre Léo?’ Sim, e eu fiz isso até o último momento e até sete dias atrás eu mantive esta idéia. Havia dentro de mim esta certeza de salvá-lo, pois tudo é possível ao Pai e eu que Ele curasse o padre Léo. Mas, na quarta-feira, quando soube que o padre Léo estava na UTI, algo aconteceu em mim. Toda aquela confiança de fé que estava em mim, caiu. Eu tentei mantê-la e coloquei essa expressão ao Senhor 'Aba, Pai'. Mas as coisas realmente haviam mudado dentro de mim e Deus colocou no meu coração: ‘O tempo acabou. Agora eu vou levar o padre Léo’. 
Foi o momento mais difícil da minha vida nos últimos tempos, mas eu tive de me render, abandonar-me nos braços do Pai e dizer a Ele: ‘Pai, se for possível, afasta este cálice do padre Léo’”. 

O Senhor está no comando, tudo é dele para santificar e para a sua glória. Só vamos compreender que Deus rege as nossas vidas quando nos despojarmos das coisas desse mundo e, então, passaremos a ser somente Dele, viver para Ele.
Os planos de Deus são perfeitos, atinge seus propósitos à sua maneira, e não podemos contestar, nem compreender. Suportamos o nosso jugo, para que o Senhor realize uma obra nova em nós.

No colo do Pai celeste, padre Léo abandonou-se em seus braços, com a confiança e segurança de um menino. O Pai o acolheu, num abraço demorado.
E rendeu-se, para seguir “cantando a vida eternamente”.  

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:
Compartilhe:

Um comentário:

  1. Não tive a felicidade de conhece-lo, mais é incrível, como ele, tem mudado minha vida, amo demais, Padre Léo!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Gratidão: 10 anos do Blog Padre Léo Eterno!

Olá, queridos e amados irmãos em Cristo Jesus.  Começamos novembro celebrando uma década de blog. Há 10 anos, em 16 de novembro d...