sábado, 8 de outubro de 2016

Bethânia é o meu lugar

A caminhada cristã não é fácil, a consagração total a Deus requer muitas vezes renúncias e a negação de si mesmo. Este é o verdadeiro amor, trabalhar em favor da vida, da liberdade.

“Preciso de Bethânia, lá é o meu lugar! Após concluir os trabalhos junto à Ezic (Escola vinculada à Província Espanhola dos Dehonianos), padre Léo manifestou o desejo de ficar com seus filhos (as), morar na Comunidade, comunicando aos superiores da Congregação dos padres do Sagrado Coração de Jesus.

Deus entra em nossas vidas para concretizar seu plano de amor. O Senhor providencia os meios mais extraordinários para seguirmos o seu caminho. Nossa vida é um projeto, uma proposta de Deus para nós. Por isso temos que nos abrir ao Espírito Santo para discernir a sua vontade. Todos somos chamados à uma missão e não podemos deixar passar despercebidos os sinais do Senhor.
O jovem Léo, inquieto, que procurava nas drogas a verdade, sentia em seu coração um anseio misterioso e profundo de encontrar alguém que seja de fato a verdade, o caminho. Foi marcante, sua experiência do retiro no Mosteiro de Serra Clara, pois teve seu encontro pessoal com o Senhor. Começava ali a aparecer os sinais de Deus, quando o irmão Bento lhe mostrou a ala da hospedaria que se chamava “bethânia”.
Mais tarde, já no noviciado, estudando a vida do padre ''Deon'', o fundador da Congregação, que dizia: ''Devemos ser como os amigos de Bethânia, junto aos quais o Senhor costumava descansar'‘.
O nome da Comunidade Bethânia está associado à Bethânia da Bíblia, lugar onde Jesus descansava depois das viagens, casa de Lázaro, Marta e Maria.

Léo Tarcísio terminou o noviciado e foi para Brusque-SC estudar filosofia, dava aulas no colégio São Luiz. Outro sinal de Deus: foi lhe apresentado para orientar dois jovens expulsos do tiro de guerra, por causa das drogas. Já como padre, agora como diretor do Colégio, ficou muito mais comprometido com os irmãos.
Sua predileção por aqueles que viviam à margem da sociedade foi aumentando cada vez mais. Existia dentro dele o fogo do Espírito Santo que o impulsionava para a vida, seguia visando o seu ideal, para realizar o sonho de Deus. Entra ai o discernimento: com tantos desafios precisava encontrar um lugar para acolhê-los. Quem ama não desiste nunca. Jesus lhe apontou o caminho do Amor, a única estrada certa. Deus o inspirou a fundar a Comunidade Bethânia, um grande convite a acreditar na vida.

O Senhor nos dá o dom para atingirmos a plenitude da vida e da felicidade: a vida eterna, a vida verdadeira que só Ele pode nos conceder. A Comunidade Bethânia, por ocasião das comemorações dos vinte anos de fundação, recebeu os restos mortais do pai e fundador Pe. Léo, em São João Batista S/C. “Léo foi quem ouviu a inspiração do Espírito Santo em iniciar este projeto, ele amou até o seu último minuto esta Comunidade. Para nós, é emocionante recebê-lo novamente em casa” (trecho da homilia padre Vicente). 

09 de Outubro, quando lembramos o nascimento de Padre Léo, queremos louvar e agradecer a Deus pelo dom de sua vida. Ao meditarmos a sua trajetória de vida (Biografia), vemos um homem que soube interpretar os sinais de Cristo em sua história, um homem que viveu cada dia a sua vocação, a sua missão para servir a Igreja e os irmãos.  



Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!