domingo, 4 de dezembro de 2016

Oração final da pregação "A cura do coração de Pedro" - Rezando com Pe. Léo


Hoje, pega Jesus na mão e fala: "Senhor, sabes tudo!". Faça isso agora. Ele está descendo ao nosso nível. Ele está aí com você nessa cama, nesse sofá. Ele está sentado aí dentro do seu carro. Aí onde você está agora, você pode fazer a oração mais revolucionária da face da terra. Pois Jesus foi lá na beira da praia! Faça sua oração mais honesta pra Ele. Senhor, sabes tudo!




 Sabes, Senhor, da minha miséria, da minha fraqueza, dos meus maus pensamentos, das palavras que eu falei quando não deveria falar, das minhas omissões, das minhas mentiras. Sabes, Senhor, da minha falta de generosidade. Sabes tudo, Senhor! Sabes da minha falta de alegria. Sabes, Senhor, desse complexo que eu tenho... Da vergonha que eu tenho do meu corpo. Do medo que eu tenho. Sabes, Senhor, desse trauma que eu tenho que eu trouxe da minha infância. Eu fui vítima de estupro, de violência física, violência sexual. Sabes, Senhor, a raiva que eu carrego no meu peito por ter perdido o meu pai, por ter perdido a minha mãe... Por ter sido infiel. Sabes, Senhor, que eu carrego hoje dentro do meu corpo uma doença, consequência daquele pecado que eu cometi. Sabes tudo, Senhor! 

Sabes, Senhor, que eu não sou fiel à Palavra. Sabes, Senhor, que eu tenho sido uma pessoa emburrada, agitada, nervosa, irritada. Sabes, Senhor, tudo! Sabes que eu tenho sido uma pessoa mentirosa. Sabes tudo, Senhor. Sabes, Senhor, que eu tenho um coração ferido e machucado pelo aborto que eu provoquei. Sabes, Senhor, que eu carrego até hoje as marcas terríveis daquelas experiências sexuais que eu tive com meus parentes, amigos, primos, irmãos... Com aquele homem, aquela mulher, estranhos... E hoje, Senhor, como isso dói! Eu não consigo viver a pureza. Eu não consigo viver a castidade. Eu não consigo ser fiel ao meu matrimônio, não consigo ser fiel a minha vocação... Sabe tudo, Senhor! Sabes, Senhor, que eu morro de medo que as pessoas descubram que eu sou esse monte de esterco estragado, Senhor. Sabes tudo! 




Mas hoje, Senhor, hoje que o Senhor monta essa fogueira, eu me aproximo dela, Jesus... Essa fogueira da qual o fogo novo foi abençoado e acendeu o Círio Pascal há poucos dias.... Da qual a Igreja me ensinou a fazer a releitura da minha vida pela ótica da misericórdia. Eu posso também hoje dizer: Oh, feliz culpa do Léo (diga o seu nome)... Oh, feliz pecado, porque mereceu tão grande Redentor! Oh, feliz culpa de Pedro... Oh, feliz negação de Pedro, que mereceu um encontro tão lindo com o Senhor! Sabes tudo, Senhor! 


Sabes que eu gosto muito do Senhor. Que eu larguei tudo pra seguir o Senhor. E que hoje eu quero continuar seguindo. Porque hoje, Senhor, mais uma vez eu lhe entrego o meu coração ferido e machucado pra ser restaurado, Senhor, reabastecido na sua graça, reabastecido na sua misericórdia! Põe a mão na pessoa que está do seu lado e ore por ela um pouquinho. Seja João pra esse irmão! Do mesmo jeito que João falou pra Pedro: 'É o Senhor!'. Reze pra esse irmão pra que ele se encontre com o Senhor, no final dessa tarde, início da noite de hoje. Senhor, venha na praia da vida desse meu irmão, dessa minha irmã... Toque, Senhor, o seu coração com a sua infinita misericórdia. Esse meu irmão, essa minha irmã que tem o coração ferido e machucado, Senhor. Coração ferido e machucado pelo desamor, pela tristeza, pela angústia, pela mentira, pela mágoa, pelo ressentimento, pelo ódio, pelas impurezas... Toque, Senhor, nesse meu irmão, nessa minha irmã, amargurados, entristecidos com essa dor tão terrível no coração, na alma e no corpo! Acenda hoje, Senhor, essa fogueira, esse Círio Pascal que está aceso aqui, Senhor. Nós sabemos que é tua presença que está aqui. Na fogueira da sua misericórdia, queima hoje, Senhor, os nossos vícios. Joga fora hoje pro Senhor os seus vícios que precisam ser queimados na fogueira da misericórdia. Joga hoje na fogueira da misericórdia os seus pecados, a sua doença,  a sua tristeza... Queima hoje essa tristeza.




 Peça hoje ao Senhor pra queimar a tristeza dentro desse meu irmão. Queima esse desânimo. Queima essa angústia. Ponha agora a mão no seu próprio coração e peça:  'Sabes tudo, Senhor! Queima hoje, Senhor, por tua misericórdia, por tua infinita bondade, pela ternura do teu coração rasgado na Cruz... Queima, Senhor, as raizes das minhas mágoas, dos meus medos, das minhas infidelidades. Eu quero ser essa pessoa nova. Eu quero segui-lo, Senhor! Eu quero obedecer sua palavra e voltar a ser, Senhor, esse homem, essa mulher, novos, restaurados, banhados no rio da tua infinita misericórdia." 

Padre Léo

Trecho da pregação "A cura do coração de Pedro". 

Para adquirir essa pregação, clique aqui.

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!