terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Paz na Terra aos homens...

Nada mais nos surpreende, virou rotina e muito normal aceitarmos qualquer tipo de violência, não há mais sensibilidade no semblante do apresentador do jornal, ao relatar a guerra, a fome, as injustiças que o mundo vive. A situação mais urgente é quando ouvimos que mais um país entrou em guerra. Mas mesmo assim passa a comoção, nos acostumamos com tudo isso. Vemos todos os dias notícias de pessoas que cometem crimes com requinte de crueldade. Contra estas pessoas a sociedade se revolta, porém o desejo de Deus é a salvação dessas pessoas. Deus quer a conversão de todos e que se salvem. Foi para isso que Jesus veio.



“O anjo disse-lhes: ‘não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo: hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura’. E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: ‘Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens de boa vontade’” (Lc 2,10-14). 
A glória do Senhor ilumina o mundo, esplendoroso, sinal visível , indicando a intervenção divina. A grande estrela que se destaca das outras, meteoro extraordinário, criado por Deus para anunciar que o Salvador chegou.
A alegria toma conta de nossos corações. A presença de Jesus como a Luz do mundo atrai todos os povos. Ele é a verdadeira Paz, aquele que veio trazer a paz aos homens. Portanto, somos "participantes dessa paz", que começa dentro de nós, nas famílias, nos lugares onde estivermos. Levar a sua mensagem de amor, anunciar a Boa Nova da Paz é a nossa missão.

“Queridos irmãos e irmãs! Um menino nasceu para nós, um filho nos foi dado. É o “Príncipe da Paz”. Acolhamo-Lo!”, diz o Papa Francisco neste domingo de Natal, quando rezou pela paz no mundo.
A vinda de Jesus responde ao anseio mais profundo do homem: o amor. Continua a homilia do santo padre o Papa:
“O poder deste Menino, Filho de Deus e de Maria, não é o poder deste mundo, baseado na força e na riqueza; é o poder do amor. É o poder que criou o céu e a terra, que dá vida a toda a criatura, é a força que atrai o homem e a mulher e faz deles uma só carne, uma só existência; é o poder que regenera a vida, que perdoa as culpas, reconcilia os inimigos, transforma o mal em bem. É o poder de Deus”. 

Toda pregação do padre Léo resume-se nas duas palavras pequenas, mas de um significado tão grande: amor e paz. "Creio que o amor é a única força capaz de transformar o mundo, pois é a Lei fundamental de Cristo, e por ela Ele concretizou o plano amoroso do Pai. Resta-nos uma esperança". 

Surge, então uma nova realidade, se lutarmos, se confiarmos, se esperarmos em Deus, contra toda a desesperança, veremos que podemos abraçar o novo começo e encontrar aí a paz que tanto almejamos. Começamos a viver fraternalmente, sem inveja, sem ódio, sem discórdias, sem guerra.
Podemos sim, experimentar esse amor e sermos canais dessa paz para o mundo.
  

Escolha tipo e tamanho da fonte do texto:

 


0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!