sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

CN Notícias- Os primeiros membros da Comunidade Bethânia

Através da reportagem de Flávia Pereira e Luís Claudio Barreira, conhecemos os cofundadores  da Comunidade Bethânia, os primeiros membros, cujo a proposta de resgatar vidas, era a vontade de Deus para eles: “ Ideraldo e Margarida foram os primeiros a dizer “sim” ao sonho de um padre com temperamento forte, mas bem humorado”.
Quando tomaram a decisão de deixar tudo fizeram a opção generosa ao chamado de Deus.
O diácono Ideraldo e Margarida viram a Comunidade Bethânia crescer e também contribuíram para este crescimento.

O sonho de acolher a todos que perderam o sentido da vida, seja nas drogas, prostituição ou vítimas de violência ou abandono, se realiza.
“Esse desejo do padre, de encontrar um lugar para rapazes e moças, para poderem ser restaurados, para se libertarem dos vícios, o sonho foi crescendo, gestando no coração dele. E hoje, este sonho foi concretizado. Isso alegra nosso coração. É sinal, é bênção de Deus para a Comunidade, para tantas famílias, jovens necessitados de restauração, de cura, de vida nova”.


O testemunho de padre Vicente de Paula Neto, também um dos primeiros membros, sacerdote que hoje está à frente da Comunidade, nos revela o amor do padre Léo para com o irmão: um amor doação, um amor para todos, sem condições.
“O que mais me impactou do padre Léo, foi quando perdi meu pai, de forma abrupta. Falou-me com uma certeza tão grande: ‘Se o seu problema é pai, não se preocupe, eu estou aqui’.

Eu vi, em vários momentos no início de Bethânia, um filho quando chegava maltrapilho, drogado, vi o padre Léo cuidar, alimentar... Um homem de gesto simples, que era capaz de varrer o chão, capinar roça, abrir estrada, um homem que era capaz de quebrar protocolo”.


A certeza da presença, não ausência é que impulsiona a Comunidade a prosseguir com o trabalho de restauração, com a abertura de novos recantos pelo Brasil.
“Depois de 10 anos do falecimento do padre Léo, 21 anos da Comunidade Bethânia, eu vejo o quanto Deus vem trabalhando e o quanto Deus está presente, conduzindo esta obra. Com certeza o padre Léo, nesses 10 anos de eternidade, continua muito vivo, muito presente, como nos falando em cada atividade, e dentro de cada um de nós. É muito bom estar em Bethânia, viver em Bethânia, ser Bethânia”.


O caminho que conduz a Deus será sempre o dom da entrega, doar-se aos irmãos, com obras concretas, à exemplo do padre Léo. Já aprendemos o caminho. A tarefa não é fácil, porém,  quem  vem à frente é Cristo Jesus, pois exige sacrifício da própria vida pelos irmãos.
Trabalhar para o Reino de Deus não tem preço, na medida em que se faz por amor à missão que o Senhor reservou para cada um de nós.





0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!