sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Cura Interior e o tratamento dentário

Há pessoas que vivem com confiança  e esperança, os desafios da vida. Reconhecemos no padre Léo, um homem guiado pelo Espírito Santo, que foi capaz de enxergar a realidade e a dureza da vida, sem deixar-se abater pelo derrotismo, pelo pessimismo. Pelo contrário, tinha a capacidade de transformar algo aparentemente negativo, tirando daí lições para nós.

Aprendemos um pouco mais sobre Cura Interior, a partir de um acontecimento de sua vida.
  
"A ação do Espírito Santo em nós pode ser comparada a um bom tratamento dentário. Lembro-me de um retiro que fui pregar em Florianópolis.
Na sexta feira, à noite, na missa de abertura do retiro, comecei a sentir uma forte dor de dente. Após a missa fui a um afamado odontólogo, e o dente foi anestesiado. Fiquei tranquilo, pois já não sentia dor e precisava trabalhar o final de semana todo.
Acontece que, de madrugada, passou o efeito da anestesia e a dor voltou com maior intensidade. Ao amanhecer do sábado fomos procurar outro dentista, pois o que me atendeu havia viajado. Repetiu o mesmo tratamento anterior. Fui pregar sem dor.
Logo após o almoço, passou o efeito da anestesia. Uma senhora, que estava presente no retiro disse que a sua filha poderia me atender e gratuitamente. Fui até seu consultório. Quando a menina olhou minha boca, ficou apavorada. O problema era muito sério, era necessário um tratamento de canal. Ela fez o possível, abriu o canal e colocou um curativo provisório.
Na segunda feira fui procurar a Glades, querida amiga que cuida dos meus dentes. Tive que voltar várias vezes, porque, como todos sabem, o tratamento de canal é bastante complexo e demorado. Exigiu esforço e paciência e algumas horas de trabalho sério".

Neste pequeno trecho que se encontra no livro: Servir no Espírito, padre Léo faz uma comparação entre  Cura interior e o tratamento dentário. Através de seu Ministério de Cura Interior, tinha necessidade de nos ensinar que Cura Interior é um processo demorado e progressivo.
"...Às vezes é preciso um tratamento mais profundo (como o tratamento de canal), outras vezes é necessário uma restauração; e constantemente é necessário um cuidado muito especial, com escovações diárias, limpeza adequada e consultas regulares ao dentista..."

Não podemos ficar na superficialidade. "É preciso deixar a ação de Deus ir até as raízes". A Cura Interior nos proporciona a descoberta dos traumas mais profundos.
"Não adianta somente anestesiar. É preciso descobrir as causas do problema. A gente chega ao dentista, com uma pequena cárie e ele, com a terrível broquinha vai alargando a cavidade até chegar às raízes da enfermidade. Do contrário, o problema volta e sempre volta pior".


 

Livro: Servir no Espírito:
Este livro ajuda-nos a aprofundar um relacionamento com Deus, para que possamos mergulhar nessa fonte: a água restauradora do Espírito Santo. A leitura dos nove capítulos deste livro quer nos levar a essa experiência extraordinária.

 www.bethania.com.br


















0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!