sexta-feira, 24 de março de 2017

Jovem, busque o caminho da santidade!

Padre Elinton bth, direcionou sua pregação aos jovens, dentro do Acampamento Na Trilha da Cura 2017, dias 17/18/19 de março, em Cachoeira Paulista, na sede da Canção Nova. Recorda-nos o legado do padre Léo ao jovem: Buscar as coisas do alto, trilhar um caminho de santidade, no encontro pessoal com o Senhor, na conversão diária. “O jeito de viver, a personalidade do padre Léo, nos inspira a buscar as coisas do céu, numa luta incessante, na busca da santidade”. 


Olhar para o padre Léo para nos aproximar de Jesus.
“Olhe bem para o rosto do padre Léo. O que ele nos inspira? Qual é a primeira palavra que vem à sua cabeça?
Padre Léo humorado? Homem de Deus? Um homem santo? Ou nos  recorda que somos antas. 
Podemos olhar e perceber que ele era um homem da Palavra, um homem inteiro de Deus...
Padre Léo, um homem que não era indiferente com ninguém, à dor, o sofrimento, às necessidades de ninguém. Olhar para a dor do outro e sofrer, ter compaixão. 
Não era isso que fazia em Bethânia? ...

Difícil ser profeta, difícil falar a verdade e, denunciar as injustiças.
“Ele tinha uma certeza: Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Tinha um ideal, uma meta, sabia onde chegar, isso deixava claro em suas pregações. Mesmo tomado pelo câncer dizia: ‘Eu tenho que evangelizar’”.

A partir da experiência com os jovens marginalizados, o padre os amou, conhecendo as suas fraquezas descobriu a misericórdia do Senhor.
“Padre Léo, na sua figura, nos recorda que Deus é misericordioso... Diante de seu pecado você precisa de mais amor, para retornar ao abraço de Deus. Misericórdia é amar e deixar-se amar, um dos seus ensinamentos ”.

Livre, com humildade, declarava ser pobre e pecador.
“Padre Léo relembra a humildade. Ele tinha humildade para reconhecer a sua fragilidade, o barro com que fomos formados.
Homem da Eucaristia, sua vida foi uma grande seta em direção a Jesus. É o Senhor quem nos cura e liberta, porque via no Corpo e no Sangue de Jesus o sentido último de sua vida.
Padre Léo, homem livre, não importava se estivesse na cozinha de sua casa, ou no palco da Canção Nova, ele era inteiro de Deus, porque tinha a coragem  de buscar as coisas do alto, porque sua força vinha de Deus”.

O compromisso de dar uma resposta a Deus, tinha que se colocar a serviço dos irmãos.
“Eu olho para o padre Léo e vejo uma pessoa determinada: Deus vai fazer se eu for fiel.
Olhando para o jovem, é isso que você precisa ter para sonhar os sonhos de Deus: foco, determinação. Qual a resposta que você tem dado para cumprir a vontade de Deus em sua vida?...”




"Tenha força para vencer, mas é preciso ser fiel, um jovem da Palavra, um jovem da Eucaristia. Tenha a coragem de entregar a sua vida por Deus. Não se deixe abater. Não se deixe vencer. Padre Léo testemunhou isso com a sua própria vida”.

Diante dessa pregação percebemos os sinais de ressurreição, padre Léo está vivo, quando recordamos e celebramos a sua história de vida, o seu sonho, suas aspirações, seus pensamentos, o seu testemunho de vida.

“Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes e a palavra de Deus permanece em vós, e vencestes o Maligno” (I Carta de São João 2, 14 c).




0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!