domingo, 9 de julho de 2017

Sentados à beira do caminho

As grandes brigas que vocês tiveram até hoje foram por causa de bobagem. Pequenas coisas. Gente, no matrimônio, o menor detalhe tem uma função espetacular. Nada é pequeno no matrimônio. E vocês sabem disso, é só conversar entre vocês.




É uma pequena palavra. Uma palavra dita na hora errada, do jeito errado, uma palavra que não foi dita. É um pequeno gesto.  É uma pequena delicadeza! Sabe, você conhece um matrimônio que vai bem conforme eles sentam à mesa da refeição. Por que o homem tem que ser sempre o primeiro a ser servido? Por que de vez em quando ele não quebra essa rotina? A delicadeza de passar a comida, de falar palavras delicadas: por favor, muito obrigado, querida, querido! Não precisa também florear se você não tem o costume de ficar chamando meu amor, oh, amor... Fica tão feio pra quem não tem treino falar. Parece que está fingindo: oh, meu amor. Quer copiar novela... Não, usa o termo carinhoso que você está acostumado, do jeito que você está acostumado! É preciso sair da beira do caminho. Talvez vocês estejam sentados à beira do caminho. Acomodados.

Padre Léo

Trecho da pregação Saborear o amor 

Para adquirir essa e outras pregações, livros e homilias de padre Léo, além de produtos da Comunidade Bethânia, clique aqui.




0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!