domingo, 24 de setembro de 2017

O pequeno-grande homem!

O ministério de Cura Interior, um dos legados do padre Léo, tudo o que aprendemos sobre a Cura Interior ficou enraizado em nossos corações, e a cada pregação, cada texto de seus livros, aprendemos mais. A cura espiritual de uma pessoa só acontece quando ela passa por um processo de cura interior. Portanto, a cura interior é a engrenagem que promove a cura total.

Em seu livro: “Seja Feliz todos os dias”, no capítulo: “Corações Curados”, padre Léo nos ajuda a perceber a importância da cura interior na vida de cada pessoa, quando nos conta a história de três amigos queridos. Uma delas é a história inspiradora de Afonso, que assumiu o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo e procurou vivê-lo intensamente, todos os dias de sua vida.
 
Aquela criança frágil, indefesa, curou o coração da mãe.  
"Afonso é um jovem especial. Ele é uma das muitas vítimas da talidomida aqui no Brasil. Quando nasceu, em Brusque, os médicos nem queriam apresentá-lo à sua mãe. Ele nasceu sem os braços e sem as pernas. Tem apenas uma pequena parte dos braços, pequenas articulações no lugar dos dedo e uma pequena parte das pernas. À primeira vista parece um anão. 
Sua mãe insistiu em vê-lo e, como ela mesmo me disse, apaixonou-se por ele. Os médicos diziam que ele não iria andar, não poderia falar, não conseguiria estudar e que deveria morrer em poucos dias. Mas o amor materno foi muito mais forte".

Uma vida de plena liberdade em Deus.  
"O tempo foi passando, Afonso foi demonstrando grande inteligência e uma esperteza fora do comum. Começou a andar com um ano de idade, já falava algumas palavras. Foi crescendo. Entrou para a escola e se formou em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Passou pela experiência das drogas, mas conheceu o amor de Deus. Engajou-se na pastoral da juventude, e depois na Renovação Carismática Católica. Depois resolveu consagrar-se definitivamente ao trabalho com jovens drogados e marginalizados. Em Janeiro de 1997, consagrou-se como leigo na comunidade Bethânia".

Alcançou a força interior, e atingiu o propósito de Deus para a sua vida: ser testemunha de seu amor.
"Afonso tinha tudo para ser um jovem revoltado e de mal com a vida. No entanto, porque deixou Deus curar seu coração, transmite-nos uma alegria  com o seu constante sorriso. É um pregador cheio da unção do Espírito Santo. Não fez de sua vida um oração de lamúria. Pelo contrário: ele testemunha por palavras e pela sua vida, o amor infinito de Deus". 

Amar a verdade que é Jesus é querer o bem para si e para o outro. Isso é ter o coração curado.
"O segredo é a cura interior. Eu não acredito em gente que se diz cristã, mas tem o coração cheio de mágoas, traumas, ressentimentos. A grande prova de que temos corações curados é conseguir louvar o Senhor, mesmo passando por dificuldades e provações... Deus nos consola. Quando deixamos, Deus nos pega no colo".    

Sim, podemos reescrever  nossa história, uma linda história de amor. Basta abrirmos o coração e deixar Jesus entrar. Quem se aceita, tem respeito por si e pelos outros. O exemplo de vida de Afonso, nos faz compreender quais as feridas do nosso coração, que nos roubam a alegria de viver.  
Afonso, o pequeno-grande homem! Assim, carinhosamente padre Léo o chamava.

Adquira o livro: "Seja Feliz todos os dias"- www.bethania.com.br

0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!