quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Comunidade Bethânia: árvore frondosa que produz muitos frutos!

“Eis meu servo que eu amparo, meu eleito, ao qual dou toda a minha afeição, faço repousar sobre ele meu espírito, para que leve ás nações a verdadeira religião... Eu, o Senhor, chamei-te realmente, eu te segurei pela mão...” (Isaías 42, 1-6).

Essa palavra do Senhor, pela boca do profeta Isaías, se cumpriu na vida do padre Léo, quando, como servo obediente, fundou a Comunidade Bethânia, há 22 anos atrás. 
O novo lar para os jovens que lutam para se livrar das drogas, nasceu de um desejo que o Espírito Santo colocou no coração do padre Léo. Para compreender o significado do ‘servir’, ele precisou olhar para Jesus e para Maria.



Hoje, Solenidade de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, padroeira do Brasil, quando a Igreja comemora os 300 anos da aparição da imagem encontrada pelos três pescadores nas águas barrentas do rio Paraíba no ano de 1717, queremos louvar e agradecer a Deus, pelos 22 anos de caminhada da Comunidade Bethânia. Mergulhar no passado é percorrer o presente, caminhar com a esperança de um futuro melhor.

Em 12 de Outubro de 1995, Nossa Senhora Aparecida estava lá. A mãe sempre está presente, quando o filho precisa de sua ajuda, ela está sempre no momento certo. Com a Celebração Eucarística, padre Léo consagrou o solo Bethânia à humilde Virgem, que se deixa encontrar presa na rede de pescadores, para nos dizer: saiam das prisões de morte, escravos das drogas... , como os pobres sem dignidade.  


"Bethânia, juridicamente nasceu em 14 de março, só fomos oficializar sua fundação em 12 de Outubro, por causa de Nossa Senhora Aparecida. Porque aquilo que Deus queria para a comunidade, o retrato mais fiel era a imagem de Nossa Senhora: achada no lodo, quebrada, separada do corpo, suja, fedendo mofo. Quando Deus me inspirou Bethânia, eu disse: tem que ser no dia de Nossa Senhora, porque nós também vamos ser esses pescadores pra jogar a rede e catar as imagens de Deus feito Maria, que estão quebradas, jogadas nas águas sujas, poluídas, estragadas da prostituição, das drogas, do sofrimento e vamos ajudá-los a restaurar. Por isso, Nossa Senhora Aparecida é a Mãe de Bethânia" (trecho da pregação: ‘Fé, fundamento da esperança’).

Olhemos para a figura de Nossa Senhora que atende as necessidades de seus filhos, mas precisamos ter coração humilde e a capacidade de doação desinteressada, a exemplo do Padre Léo que cumpriu sua missão, como um serviçal obediente.  Escreveu em seu livro:”Cheia de Graça”: “Se quisermos viver do jeito de Maria, devemos nos colocar como servos para nossos irmãos, e ser, desse modo, servos de Jesus, servos de Deus”.

Nossa Senhora, a Mãe de Bethânia, vem nos dizer, especialmente hoje, que a semente plantada não foi em vão, encontrou um solo fértil, propício para germinar e crescer. Tornou-se uma árvore frondosa, foi regada para produzir bons frutos. A criação de novos recantos é a meta: restaurar vidas. Esse é o caminho que o Senhor preparou para Bethânia, sob o olhar de Nossa Senhora.

Viva Nossa Senhora da Conceição Aparecida, padroeira do Brasil e Viva Comunidade Bethânia!





0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!