quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Marcas da Vida Eterna!

“Feliz aquele que vós escolhestes para habitar em seus átrios” (Salmo 65,4).

Hoje, 04 de Janeiro de 2018, quando  nos recordamos 11 anos do falecimento do saudoso padre Léo, queremos louvar e agradecer ao Senhor pelo dom da vida desse sacerdote do Coração de Jesus. Somos convidados a louvar o Senhor porque Ele é misericordioso e sua fidelidade para conosco é eterna.
A nossa maior alegria é estar perto de Deus e desfrutar da comunhão com Ele. A Bíblia nos exorta a nos aproximarmos de Deus, para que experimentemos sua presença real.


Quando jovem, Léo Tarcísio olhou para além do infinito e enxergou Jesus, com quem teve sua experiência pessoal, e começou a segui-lo. O Evangelho de hoje (Jo 1,35-42)  retrata o início de sua vida cristã. Assim como João Batista, ele apontou Jesus e nos incentivou a segui-lo. Foi um discípulo fiel. Ser discípulo é seguir o Senhor e ainda ser convidado a ver Jesus, aquele que nos leva ao Pai.
Sua vida e o seu destino encontraram razão de existir no grande projeto que o Senhor reservava para ele.
“O que vocês estão procurando?” Disseram: ‘Rabi (que quer dizer Mestre), onde vives? (v.38). O discípulo precisa ir ao encontro do Senhor. “Venham e vocês verão” (v.39). Jesus convida a conhecer seu modo de vida e sua obra libertadora.
Na incessante busca em saber mais sobre aquele que havia afirmado que o conhecia desde o ventre de sua mãe, através da Palavra, o jovem encontrou o verdadeiro amor: Jesus Cristo.”Ele lhe falou de paz, lhe desejou a paz. Isto o convenceu de que sua palavra era coerente com a sua vida. Ele falava de paz e nos dava a paz, falava de amor e era a personificação do verdadeiro amor. No seu olhar encontrou respostas para muitas perguntas” (livro: Rastros de Deus).
Pelo seu testemunho muitas pessoas conheceram Jesus e permaneceram com Ele.

Padre Léo dizia:”Não existe um Deus que nos proporciona vida fácil”. Ser cristão é participar da paixão de Cristo. Seguir Jesus inclui contemplá-lo pregado na cruz. E experienciou isso, com a graça de Deus, passou pela cruz. A sua vida nos ensina que morrer em união com Deus significa deixar passar as coisas mundanas, para viver as coisas do alto. Depois da escuridão, abre-se a Luz para enxergar o Senhor da Vida Eterna.
Feliz é quem Deus escolhe e chama para estar bem perto Dele, como diz o salmo. Sim, padre Léo desejou ardentemente estar com o Senhor. Teve o seu encontro definitivo, Deus o chamou para habitar em sua casa, e permanece com Ele eternamente.

Quando acreditarmos que a morte física é passagem para a vida eterna, então viveremos buscando sempre o projeto de Deus para nós.
Não se acostumou aqui e foi ao encontro da felicidade plena. Hoje sua alma grita para nós, que vale a pena viver, quando se vive em Deus.

Homenagem da equipe do Blog Padre Léo Eterno







0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!