sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Pe. Léo e o caminho para o processo de Beatificação e de Canonização

Quantas vezes Deus nos chama a sermos santos? Quantas oportunidades Deus nos dá para que sejamos santos? É vontade Dele que vivamos a santidade. Nossa conduta, nosso comportamento devem ser de acordo com a justiça do Reino. O caminho que o padre Léo trilhou, o de propagar o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, de acolher o irmão, e acima de tudo, a sua luta pela santidade, constitui, sem dúvida, um sinal importante daquilo que deve ser um verdadeiro cristão.


Na página central da Revista Viver Bethânia, edição de Dezembro, padre Lúcio Tardivo, bth, esclarece-nos os passos do processo de Beatificação e Canonização:
“Em primeiro lugar, recolher todos os escritos do servo de Deus e documentos relativo a ele e constituir um postulador para a causa... o postulador irá investigar toda a vida do candidato, seus escritos, testemunhos, situação de sua morte, etc. É o passo mais demorado do processo. Uma vez concluído é encaminhado a diocese e posteriormente a Roma”.

Diz ainda padre Lúcio, que para se chegar à beatificação é necessária a comprovação de um milagre. No curto tempo após a sua morte, a Comunidade Bethânia recebe testemunhos de graças alcançadas,
pela intercessão de padre Léo que está no céu.
“O último estágio do processo é a canonização... Para isso é necessário mais um milagre. Este deve ser comprovado após a beatificação”.

A Comunidade Bethânia está de braços abertos para receber os testemunhos, primeiros passos rumo ao processo de beatificação e canonização daquele que se aproximou dos pobres, pecadores, marginalizados e lhes revelou o Reino de Deus.
“Com tudo isso, importa dizer que a Comunidade Bethânia ainda terá muito trabalho pela frente. Para muitas pessoas Pe. Léo já está no céu intercedendo por nós e pelos filhos de Bethânia, porém há um longo caminho para que a Igreja possa nos garantir esta verdade. Cabe a comunidade rezar e trabalhar para que este processo seja iniciado”.

Ninguém nasce santo, mas é preciso atender ao chamado de Jesus: “ sede santos”. A exemplo do padre Léo, podemos receber de Deus a clara revelação de que Ele nos chama a separar-nos do pecado, paixões mundanas e andarmos em comunhão com Ele. Consequentemente cresceremos no amor a Deus e ao próximo.

“Toda vida de conversão e uma morte santa é com certeza indícios de santidade. Rezemos para que através desse processo a Igreja possa nos indicar o Padre Léo como alguém que trilhou este caminho e que hoje intercede por cada um de nós”.

Caso você tenha algum testemunho relacionado ao Padre Léo e que queira auxiliar nesse processo, favor enviar para: testemunho@padreleo.com.br


0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!