Família, lugar de reconciliação

A Comunidade Bethânia se reuniu na sede da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista- SP, nos dias 09 a 11 de março de 2018, para o Encontro na Trilha da Cura. 




Trazemos aqui alguns trechos da pregação de padre Vicente bth, muito propício neste início da Semana Santa, quando somos convidados a olhar para a cruz de Cristo, e compreender que todas as graças nos vêm de Deus e que somente Ele pode realizar a salvação em nós. 
Pela morte de Jesus, Deus, fonte da salvação, deu-nos vida plena, entregando seu Filho para morrer em nosso lugar, para que sejamos famílias reconciliadas, conforme a vontade do Pai.

A família cristã continua sendo uma comunidade de amor, em que os seus integrantes possam abrir-se com uma sincera confiança. Padre Vicente pregando sobre o tema: Família, lugar de reconciliação, vem refletir, do apóstolo Paulo:  
“O amor de Cristo nos constrange, considerando que, se um só morreu por todos, logo todos morreram. Sim, ele morreu por todos, a fim dos que vivem já não vivam para si, mas para aquele que por eles morreu e ressurgiu....”  (II Cor 5,14ss).

Os que aceitam Jesus pela fé tornam-se novas criaturas
“Agora não é mais do jeito do mundo, as ideologias do mundo, agora é do jeito de Jesus. Se alguém está em Cristo é criatura nova. O antigo passou, agora é novo. Não é novidade que passa, é tudo aquilo que Deus sonhou para você desde a eternidade”.

Padre Vicente nos mostra a importância do versículo 18, quando São Paulo vai nos dizer que a reconciliação é um dos aspectos da obra de Cristo como redenção.
“É como se Deus fizesse esse apelo a você, para a sua família. A sua missão já foi dada. O objetivo é que você se torne embaixador(a), ministro(a), instrumento de reconciliação”.

Mediante a morte expiatória de Cristo, Deus removeu a barreira do pecado, abrindo caminho para a volta do pecador. Isso é reconciliação. Padre Vicente nos explica de maneira clara e simples.
“O que preciso para reconciliar? É voltar-se para as Sagradas Escrituras. 
Reconciliação é a capacidade de unir de novo o fio quebrado. É a restauração da confiança, na amizade que foi perdida, que foi ferida e machucada. Reconciliar é colar de novo. E foi isso que Deus fez. Precisou de alguém para unir de novo o que foi quebrado, pela ruptura do pecado. Por isso Deus enviou seu Filho único para reatar a aliança quebrada, reconciliação com Deus, com os irmãos. Por isso, a verdadeira reconciliação acontece pela cruz”.





Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Gratidão: 10 anos do Blog Padre Léo Eterno!

Olá, queridos e amados irmãos em Cristo Jesus.  Começamos novembro celebrando uma década de blog. Há 10 anos, em 16 de novembro d...