A causa da dor, crucificação e morte de Jesus

"Quinta-feira santa. Jesus, inclusive, já tinha instituido a Eucaristia. A sua missão terrena estava chegando ao final. Jesus viveu um momento lindo com os apóstolos. Leia João 13, com calma... A última ceia, o lava-pés. Jesus tinha acabado de instituir o sacramento da Eucaristia. Saiu só com os apóstolos porque, com certeza, quando Ele instituiu a Eucaristia tinha outras pessoas... O pessoal que estava ajudando a fazer a comida. O pessoal que cuidava ali do Cenáculo... Saiu só com os doze apóstolos. Saiu do Monte Sião cantando os Salmos. Está explícito na Bíblia, releia depois. Eu imagino, gente, Jesus andando... Aliás, toda vez que eu vou na Terra Santa, eu vejo Jesus andando lá! Em certos lugares que eu vou lá, eu vejo Jesus direitinho. Eu imagino Jesus descendo aquela pirambeira do Monte Sião dando risada com os apóstolos. Um clima muito alegre: Ele tinha acabado de instituir a Eucaristia! Embora faltasse um apóstolo. Quem daqueles doze não estava naquele grupinho? Que tristeza! Tinha acabado de receber a comunhão e foi embora.



Jesus se mantém na mesma fidelidade: sai cantando os Salmos! Desce, passa pela pirambeira do vale e chega no seu lugar predileto. O Monte das Oliveiras, o lugar do Getsêmani era o caminho da roça de Jesus. Todas as vezes que Jesus estava em Jerusalém, a Bíblia conta que Jesus dormia onde? Em que lugar Jesus dormia quando estava em Jerusalém? Dormia em Betânia. Qualquer hora da noite, Ele chegava em Betânia. É caminho, Jerusalém para Betânia.  Essa flor é em Jerusalém e essa flor é em Betânia... Embora Betânia seja uma flor pequeninha. Aqui no meio, onde ficam esse fios, fica o Monte das Oliveiras (padre Léo usa como analogia as flores e fios do palco para mostrar como um lugar é perto do outro). Desce do morro, Jerusalém está no alto. Aqui vem o Monte das Oliveiras, Betânia está aqui do ladinho do monte. E Jesus vem no caminho da roça. Caminho que pouca gente usava. Primeiro, porque era cheio de mato. Segundo, porque era cemitério perto, do lado. É uma zona abandonada até hoje. Até hoje é cercada a maior parte por cemitérios... E grandes cemitérios! Era um lugar de pouco acesso, por isso eles precisavam que alguém do grupo contasse onde estavam. Aí Jesus vai pra onde com o grupo? Pro lugar que ia sempre pra rezar! Mas naquele dia... E há dias que você também tem e eu tenho... Há dias em nossa vida que uma dor lancinante toma conta do coração da gente. Naquele dia, não porque Ele tinha lido o horóscopo e sabia o que ia acontecer no dia seguinte, mas porque as evidências eram grandes demais. Não porque Ele soubesse do planinho do Pai, e tava na hora da conversão do Pai... Não! Jesus foi até o fim (João 13,1) por fidelidade absoluta ao projeto amoroso do Pai, que é salvar os filhos. Essa é a causa do sofrimento, da dor, crucificação e morte de Jesus."


Padre Léo

Trecho da pregação: Os verdadeiros amigos de oração

Para adquir esssa e outras pregacões, livros e homilias de Padre Léo, além de produtos da Comunidade Bethânia, clique aqui. 
Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Gratidão: 10 anos do Blog Padre Léo Eterno!

Olá, queridos e amados irmãos em Cristo Jesus.  Começamos novembro celebrando uma década de blog. Há 10 anos, em 16 de novembro d...