sábado, 2 de junho de 2018

Eucaristia: sinal de união e fraternidade

“Enquanto comiam, Jesus tomou um pão e, abençoando, partiu e entregou a eles dizendo: ‘Tomem, isto é o meu corpo’. Depois tomou um cálice e, dando graças, entregou-lhes, e todos beberam dele. E lhes disse: ‘Isto é o meu sangue da Aliança, que é derramado em favor de muitos’” (Mc 14,22-24).

Seguindo os passos do fundador padre Léo que dizia: "É urgente que tenhamos um encontro pessoal com o Cristo Eucarístico", a Comunidade Bethânia, nesta quinta feira, dia Corpus Christi, dia da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo, viveu mais uma vez, a mais linda experiência, com Jesus Eucarístico, aquele que nos dá o pão da vida, porque nos ama.
O próprio Jesus nos é dado como alimento, sem a eucaristia somos fracos.

Para demonstrar a importância do Sacramento da Eucaristia em nossas vidas, sobretudo, uma manifestação de fé, na presença de Jesus na hóstia consagrada, de união e fraternidade, os filhos de Bethânia, confeccionaram os tapetes para a procissão do Senhor. É a história da Comunidade Bethânia. Certamente este caminho não é uma linha reta, mas com altos e baixos, por onde Jesus passou, passa e passará.
Somente os que têm fé, os que creem em Jesus comem o corpo e bebem o sangue daquele que se entregou pelos nossos pecados. “Por isso que você não pode ter nenhum pedaço de seu corpo jogado no lixo, na sujeira do pecado. Não pode deixar o encardido chegar perto de seu corpo", dizia padre Léo.

O rosto desfigurado de Jesus está na vida de cada filho(a) que chega até Bethânia. Somente a contemplação de Deus na adoração eucarística restaura, cura.



O Senhor que é misericordioso, que é todo “coração” vem ao encontro dos marginalizados, dos abandonados, dos prostituídos para dizer: “Vinde a Mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e Eu vos aliviarei” (Mt 11,28).

Ser fraternidade é reunir a família em uma só festa. Onde se partilha o amor, ali Cristo está presente.
A Comunidade Bethânia, guiada pelo Espírito Santo, vem de muitas maneiras, responder aos apelos de seus filhos, os filhos do padre Léo.
Devemos ouvir e meditar tudo o que o padre Léo pregou acerca da grandiosidade da Eucaristia, assim podemos ser testemunhas de que Jesus está vivo e caminha conosco. Nos fortalece quando comungamos o seu Corpo, Alma e a sua Divindade. E seremos canais de união e de fraternidade.







0 Comentários:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!