Padre Léo fala sobre o pecado do aborto

“Jacques Cousteau, quando vivo ainda... Ele com aquelas equipes dele (a francesa e a inglesa) fazendo aquelas pesquisas na selva, quando se reuniram, descobriram uma coisa interessante e ficaram se perguntando... Porque tinham encontrado gorilas fêmeas, mortas, aquelas macaconas, e elas tinham os pulsos cortados. E aí eles foram investigar o porquê isso. Era mais do que uma em vários lugares... E chegaram a terrível conclusão: na falta de comida, na falta do alimento, a macaca gorlia morde o pulso e dá o sangue pro filho sobreviver. O ser humano, no pecado, faz aborto! Não falem, gente, por aí, que o ser humano descende do macaco. Pode ofender o macaco!”

Padre Léo


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Matrimônio: uma só carne em duas pessoas

A sexualidade conjugal tem que ser fonte de vida. Assim como Deus é um só no plural; Ele é Deus Pai, Filho e Espírito Santo, o ser humano nã...