Comunidade Bethânia: missão de restaurar vidas!

A festa da Solenidade de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, se estende à Comunidade Bethânia. No dia, 12 de outubro do ano de 1995, há 23 anos, na celebração Eucarística, padre Léo consagrou o solo Bethânia à humilde Virgem, que se deixa encontrar presa na rede de pescadores, para dizer aos filhos de Bethânia: saiam das prisões de morte, numa imagem de cor negra como os escravos, escravos das drogas... , mergulhada nas águas barrentas do rio Paraíba, como os enterrados no lamaçal da sociedade, com a cabeça separada do corpo, como os pobres sem dignidade.


Guiado pelo Espírito Santo, padre Léo disse sobre a inauguração do Recanto São João Batista: "Tem que ser no dia de Nossa Senhora, porque nós também vamos ser esses pescadores pra jogar a rede e catar as imagens de Deus feito Maria, que estão quebradas, jogadas nas águas sujas, poluídas, estragadas da prostituição, das drogas, do sofrimento e vamos ajudá-los a restaurar".
  
A revelação de que padre foi batizado nesta data, nos dá a certeza de que a Virgem Maria sempre o protegeu em sua missão.
"Passei a gostar ainda mais do dia 12 de Outubro, quando descobri que fui batizado nesta data. É bom demais saber que nasci para Deus no dia consagrado a Maria. Tenho certeza de que naquele dia 12 de Outubro de 1961, Nossa Senhora me assumiu como filho...".

O Santuário de Aparecida relembrou o atentado que sofreu a imagem de Nossa Senhora em 16 de maio de 1978, quando um pobre louco quebrou-a em 170 pedaços, tão despedaçada que aparentemente era impossível de se restaurar.
É o retrato fiel dos filhos mergulhados nas drogas, em geral, vêm junto as mudanças físicas: olhos vermelhos, sem os dentes, magros...aparentemente não tem jeito, quebrados em pedaços em sua dignidade.
É o Cristo desfigurado (símbolo de Bethânia) que chega e é acolhido com amor. É o Cristo escondido nele.

Mas o milagre aconteceu:  Há exatos 40 anos a imagem da Padroeira do Brasil retornava do Masp (Museu de arte de São Paulo), onde ficou 33 dias em restauração. Era motivo para muita festa. 
Desde então, Nossa Senhora Aparecida se tornou um símbolo de restauração de vidas.
Na trajetória dos 23 anos, a Comunidade Bethânia caminha sob o olhar de Nossa Senhora, é cultuada em todos os recantos. Ela traz o amor materno, fazendo o milagre de Jesus acontecer na vida de cada filho(a), restaura o coração e a alma daquele(a) que está caído. Agora restaurado em sua dignidade. É momento de graça, de festa!

Nossa Senhora Aparecida, a mãe da Comunidade Bethânia, a mãe dos filhos de Bethânia, como expressão do amor e da esperança apareceu outro milagre: somente as mãos de Nossa Senhora não se quebraram. Continuaram postas, na mesma posição, em sinal de oração, para dizer que sempre reza e intercede por todos nós.

Obrigado(a) Mãe!








Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Assista a pregação "Jovens Restaurados", de Padre Léo

Assista a pregação "Jovens Restaurados", de Padre Léo