Uma amiga de Bethânia

Neste dia 12 de outubro, a Comunidade Bethânia celebrou 23 anos de existência. Na Celebração Eucarística muitas pessoas foram expressar seus sentimentos de gratidão a Deus. Dentre os filhos, filhas, consagrados, os amigos de Bethânia, está uma amiga muito querida: Marilena Cardoso Ribeiro, membro da Comunidade Canção Nova.

Mari, como gosta de ser chamada, teve a graça de conviver com padre Léo, quando em 1998 ingressou na Canção Nova e começou a trabalhar no Departamento de Eventos.
"Eu trabalhava com a agenda dele.  Ele era muito organizado e muito exigente. Então precisei fazer contato com a Juscélia e pedir um auxílio de como poderia trabalhar com ele. Assim, nasceu uma grande proximidade entre nós, pois ele foi um dos pregadores que mais veio  na sede da comunidade, em Cachoeira Paulista (SP)".

O testemunho de Marilena nos coloca diante de um homem de muita fé. A presença de Deus no pregador padre Léo é tanto mais necessária pelo fato dele ter que enfrentar as perdas.
"A maior experiência que vivi com ele, se deu em dois momentos muito difíceis em sua vida: um foi na morte do seu pai , o seu Quinzinho, e outro foi no leito de dor e de perda de Juscélia, que era cofundadora da Comunidade Bethânia, quando estive ao lado dele no hospital, no último momento de vida dela. Ali ele disse: 'Mais do que nunca nós temos de viver a fé, a qual nunca nos será tirada, e tenha certeza de que o céu nos fará encontrar todas as pessoas a quem amamos'".

Um marco na história do Hosana Brasil: Em 2006, a presença de padre Léo que pela primeira vez pregou sentado.
"Durante sete anos pude acompanhá-lo em todos os eventos que ele veio à Canção Nova, e aí no Hosana de 2006 ele veio, já estava doente e fazendo quimioterapia – bem debilitado – e ele fez questão de vir. Quando fui recebê-lo no Centro de Evangelização, ele disse: 'Mari, eu preciso também, apesar da minha enfermidade, cantar o meu Hosana Brasil, porque eu vim aqui para celebrar'".

Padre Léo, instrumento nas mãos do Senhor, percorreu os lugares levando a esperança e um sentido para a vida de tantos jovens.
"Por isso, para mim, falar do Pe. Léo é falar de um homem de fé, de um amigo, de um pai que me ensinou e me orientou muitas vezes. Sei e tenho certeza de que ele nos ensinava o verdadeiro caminho ensinado por Cristo, pela Igreja, como evangelizador.
Um homem que verdadeiramente em vida mostrou para nós e para tantos jovens do mundo inteiro e de todo o Brasil, que vale a pena viver e viver para Deus. Muito mais que um grande pregador da Palavra de Deus, ele era um amigo, a quem eu encontrei, e que fez com que o Evangelho fosse vivido na Comunidade Bethânia".

Ao participar da comemoração em Bethânia Marilena declarou: “Nessa festa é possível perceber que aqui em Bethânia todo mundo é família. O abraço é muito acolhedor”.



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são moderados antes da publicação no blog. Comentários anônimos não serão publicados.
Deixe seu nome ao final do comentário.

Comente este Artigo.
Quer entrar em contato conosco? Clique Aqui

O Blog Padre Léo Eterno agradece sua participação.
Deus lhe abençoe!

Arquivo do blog

Postagem em destaque

Gratidão: 10 anos do Blog Padre Léo Eterno!

Olá, queridos e amados irmãos em Cristo Jesus.  Começamos novembro celebrando uma década de blog. Há 10 anos, em 16 de novembro d...